Cheque Moradia

Cheque Moradia (142)

O município de Óbidos, no oeste do Pará, recebeu nesta quarta-feira (20) uma equipe do governo Estado que fez visitas técnicas às escolas de ensino médio dos bairros Santa Terezinha e São Francisco, além da entrega de 47 cheques moradia. Participaram da comitiva governamental os secretários especiais de Estado de Proteção e Desenvolvimento Social e de Gestão, Adnan Demachki, e de Promoção Social, Alex Fiúza, além do superintendente de Gestão de Ensino da Secretaria de Educação (Seduc), Marcos Ximenes Pontes.

Ao final da visita, a equipe do governo e representantes da prefeitura entregaram cheques moradia para 47 famílias, num investimento de R$ 581,6 mil. O programa Cheque Moradia existe há mais de dez anos e contribui para movimentar a economia do Estado com o aumento das vendas de materiais de construção e ainda possibilita a criação de novos empregos e ocupações na construção civil. Ele é uma transferência direta de renda, que tem como objetivo combater a pobreza e as desigualdades sociais no atendimento da parcela excluída da sociedade.


“Estou muito satisfeita, pois fiz parte deste processo de escolha das famílias. Este foi um trabalho árduo, difícil e neutro. Muitos não acreditavam que seria possível, mas hoje a população percebe que esse sonho é real. É muito gratificante chegar a esta etapa, pois você vê o resultado de todo o trabalho. Este pode parecer um pequeno passo, mas tenho certeza que vai fazer uma diferença muito grande na vida de cada um que precisa construir ou reformar a sua casa”, asseverou a secretária de Assistência Social do município, Raimunda Edilena de Souza.

 Diego Andrade (Secom)

 Eliseu Dias (Ag. Pará)

Quarta, 20 Agosto 2014 08:35

Cheque Moradia é entregue em Oriximiná

Escrito por

O Governo do Estado por meio da Companhia de Habitação-Cohab realizou no espaço do Centro de Atendimento à Criança e ao Adolescente (Ciaca), a entrega 60 cheques moradia em Oriximiná. Os recursos, que totalizaram mais de R$ 600 mil, foram concedidos a famílias de baixa renda e portadores de necessidades especiais, que agora, com a garantia dos recursos, poderão reformar, ampliar ou ainda adaptar (no caso de portadores de necessidades especiais) suas casas, além de possibilitar novos empregos na área da construção civil.

A cadeirante Ana Maria Santana, 49 anos, foi uma das beneficiadas. Ela, que mora com o marido e dois filhos, contou que usará o cheque para realizar um sonho antigo: adaptar sua casa para suas necessidades. “Sempre esperei pelo dia em que pudesse me sentir confortável no meu próprio canto. Como na minha casa não tem nenhum tipo de adaptação, é sempre muito difícil me locomover, porque tem que ser sem a cadeira (de rodas), mas hoje, graças a Deus, começa uma nova etapa da minha vida”, comemorou.

Além do secretário Adnan Demachki, integram a comitiva do governo os titulares das secretarias de Promoção Social, Alex Fiúza de Mello, e de Comunicação, Daniel Nardin, e o superintendente da Seduc, Marcus Ximenes. Além do prefeito Gonzaga Filho, a programação teve ainda a participação de diversos gestores do município. Nesta terça, a comitiva pernoita em Oriximiná e segue, na quarta-feira (20), para Óbidos, onde também visita obras e entrega cheques moradia.

 Amanda Engelke (Secom)

  Rodolfo Oliveira

 

O município de Itaituba, no oeste paraense, recebeu nesta segunda-feira (18) uma equipe do Governo do Estado, tendo à frente os secretários especiais Adnan Demachki, de Gestão, e Alex Fiúza de Melo, de Promoção Social, além da representante da Companhia de Habitação, Lene Farinha, diretora do programa Cheque Moradia.

Depois das vistorias técnicas nas três obras estaduais, a comitiva do governo estadual seguiu para a sede do Projeto Bom Menino, realizado pela Polícia Militar, localizada na Rodovia BR-230 (Transamazônica), que corta a cidade. No local foi realizada a cerimônia de entrega de Cheque Moradia para 200 famílias cadastradas e habilitadas a receber o benefício.

O secretário Adnan Demachki ressaltou que já foram entregues pelo Governo do Estado 40 mil cheques, beneficiando diretamente 200 mil pessoas, em todas as regiões do Pará. Os recursos são destinados a construir, reformar ou ampliar a moradia, melhorando a qualidade de vida dos beneficiados.

O Programa Cheque Moradia foi instituído em 2003 e, na condição de política pública, já chegou aos 144 municípios paraenses. A maioria dos cheques é emitida por meio de convênio com as prefeituras, beneficiando inclusive pessoas com deficiência.

 Governo do Estado do Pará (SECOM)

 ASCOM HRBA

secretários de Estado fizeram nesta quarta-feira (13), em Ipixuna do Pará, no nordeste paraense, uma visita técnica às obras da Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) e do Hospital de Urgência e Emergência do município. Ambos os projetos são obras do governo em conjunto com a prefeitura e têm como objetivo atender às demandas de segurança pública e saúde da região, respectivamente. Na ocasião, foram entregues ainda 97 cheques moradia.

Participaram da agenda em Ipixuna os secretários especiais de Estado de Proteção e Desenvolvimento Social e de Gestão, Adnan Demachki, e de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, Davi Leal, além da diretora de Relações com o Cliente da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), Lene Farinha.

Habitação – A comitiva do governo entregou de 97 cheques moradia, que beneficiaram cerca de 500 pessoas, em Ipixuna do Pará. O investimento chegou a R$ 1,311 milhão, para serem usados na melhoria, ampliação ou construção da casa. Com o Cheque Moradia, os beneficiados compram os materiais de construção necessários para o andamento da obra, enquanto a prefeitura fornece pedreiros para ajudar as famílias que não dispõem de mão de obra.

“O Cheque Moradia é um programa de governo que começou em 2003 e hoje já está nos 144 municípios do Estado. A maioria destes cheques surge a partir do convênio com as prefeituras. Uma equipe com assistente social, engenheiro e um representante da Cohab seleciona as pessoas que mais precisam deste auxílio para construir ou reformar a casa”, explicou Lene Farinha.

Maria Bernadete Oliveira, 42 anos, foi uma das beneficiadas com o cheque, no dia do seu aniversário. “Estou muito feliz mesmo por ter recebido esse presente no dia do meu aniversário. A gente já estava esperando esse apoio, e agora vou poder construir a minha casa”, disse. Luzinete de Alencar, 50, outra beneficiada, foi uma das primeiras pessoas a se inscreverem no programa, ainda no ano passado. “Fui a primeira da fila no ano passado, e agora estou feliz por ter sido contemplada. Esse programa vai nos ajudar muito. Vou transformar esse sonho em realidade, pois vou terminar de fazer a minha casa”, concluiu.

 Diego Andrade(Agência Pará)

 Eliseu Dias (Agência Pará)

Criado há dez anos para possibilitar às famílias de baixa renda a construção, ampliação ou reforma da casa, o Cheque Moradia amplia o número de famílias beneficiadas. O programa é hoje uma das cinco ações prioritárias da política habitacional desenvolvida pelo governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Pará (Cohab). Desde 2003, 40.690 famílias foram beneficiadas, num investimento de R$ 223.721.034,43. Nesta terça-feira (5), mais 85 famílias recebem o recurso, em Abaetetuba, no Baixo Tocantins.

Inicialmente, o Cheque Moradia priorizava o atendimento dos funcionários públicos estaduais (efetivos e aposentados), enquadrados na faixa de renda de três salários mínimos e residentes na região metropolitana de Belém. Posteriormente, a atuação se estendeu a todos os municípios paraenses, e agora, além de intensificar as atividades junto a instituições sociais (como Avao e Cedempa), abre espaço a comunidades quilombolas e afrodescendentes e áreas que foram expostas a situações de risco ou desastres naturais.

O objetivo do projeto é o combate à pobreza e desigualdades sociais, dando dignidade de moradia à população. Somente nos últimos quatro anos, 12.471 famílias receberam o incentivo para a melhoria da casa própria, com um investimento de R$ 119.405.610. A partir de 2013, a ação foi estendida a 49 municípios por meio de adesão, convênios entre as prefeituras municipais e a Cohab, num investimento de R$ 42.237.480. “Além do valor destinado às famílias, a Cohab ainda garante o suporte técnico de nossos engenheiros. Entendemos que hoje a política habitacional está chegando efetivamente a todo o Estado”, afirma o presidente da Cohab, João Barral.

Dignidade – No bairro do Tenoné, em Belém, Fábio Ferreira vê finalmente a possibilidade de seu maior sonho se realizar. Após receber R$ 10 mil do Cheque Moradia, a casa ganha formas. “Graças a Deus fui contemplado e pude ampliar minha casa, que era muito pequena. Teremos dois quartos e uma sala que será destinada a um pequeno ponto comercial para gerar renda familiar”, diz o rapaz, que está desempregado.

Moradora do município de Marapanim, no nordeste paraense, a aposentada Elma Borges, 64 anos, viu o sonho da casa própria se tornar realidade em maio deste ano, durante a entrega de 25 cheques na cidade. Beneficiada com R$ 14 mil para a construção, a aposentada – que morava na casa de um irmão – reuniu os familiares para ajudar a pagar a mão de obra, e em menos de um mês conseguiu erguer 80% da nova moradia. “Com a ajuda de filhos e do meu irmão consegui pagar os pedreiros, e antes do prazo prometido, já estava com a casa praticamente pronta”, conta.

Com uma sala, dois quartos, cozinha e banheiro, a nova casa aguarda a entrega da segunda parte do cheque – em torno de R$ 7 mil – para ser finalizada. A divisão do valor absoluto do programa habitacional em duas parcelas faz parte da política de fiscalização da Cohab, que só entrega a segunda parte depois que os fiscais se certificam sobre o uso correto do recurso. “Como fiz tudo conforme as orientações dos técnicos da Cohab, estou muito tranquila. Espero o quanto antes essa visita para receber a segunda parcela do valor e concluir a minha casa”, declarou Elma.

Abaetetuba – Cerca de 85 famílias do município de Abaetetuba serão agraciadas com o Cheque Moradia nesta terça-feira (5). A cerimônia de entrega do benefício habitacional ocorre no salão do Fórum da Comarca de Abaetetuba. Do total de benefícios que serão entregues, 35 vão para as famílias que perderam suas casas durante o desmoronamento ocorrido no município em janeiro deste ano.

Naquela ocasião, a Cohab designou uma equipe de técnicos para dar toda a assistência no atendimento das famílias que ficaram desabrigadas por causa da erosão ocorrida no bairro de São João, provocada pela cheia do rio Maratauíra. A partir desta terça-feira, essas famílias poderão usufruir do benefício habitacional para reconstruírem suas casas.

 SECOM

 Carlos Sodré

Cento e quarenta e sete famílias atendidas pelo Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC) receberam na manhã desta sexta-feira, 08, o benefício habitacional do Programa Cheque Moradia, coordenado pela Companhia de Habitação do Pará-Cohab, que possibilita a aquisição de material de construção para reforma, ampliação e construção de moradia.

A cerimônia, ocorrida na quadra de esportes do CIIC, foi presidida pelo Secretário Especial de Gestão Adnan Demachki e contou com a presença do Secretário de Assistência Social, Heitor Pinheiro, da Diretora de Relações com o Cliente da Cohab, Lene Farinha, da vereadora Meg Barros, do Prefeito de Santarém, Alexandre Von, e da coordenadora em exercício do CIIC, Karime Gomes.

Para o Secretário Especial de Gestão, Adnan Demachki, o fato de receber o benefício e melhorar a residência significa também melhoria da qualidade de vida das famílias. "Façam bom uso desse benefício e utilizem bem para dar qualidade de vida para suas famílias", reforçou.

O secretário de Assistência Social, Heitor Pinheiro, destacou que "o diferencial do Cheque Moradia para as pessoas com deficiência é que a vida dessas pessoas muda dentro da própria casa delas, pois vão poder se locomover e realizar as tarefas diárias com maior facilidade; algo que era muito difícil, sem ter uma casa adaptada".

Ana Cláudia Moraes, uma das beneficiadas que recebeu o cheque das mãos do Secretário Adnan Demachki e se pronunciou em nome de todos os contemplados com o programa habitacional, destacou a importância do benefício recebido, ela que possui dificuldade de locomoção, o que a impede de trabalhar. "Minha casa é de madeira e a estrutura está cedendo. Esse benefício caiu do céu. Esse programa é uma maravilha para nós que temos limitações, pois com essa ajuda poderei adaptar a casa às minhas necessidades", revelou.

Outra contemplada com o Cheque Moradia foi Ana Maria Ferreira Novaes. "Eu tinha muita esperança que o Cheque Moradia ia sair pra mim. Tô feliz demais, não só por mim mas também pelas outras famílias que tanto precisam dessa ajuda", concluiu.

Ainda na manhã desta sexta, o Governo do Estado entregou 102 cheques moradias para servidores do Hospital Ophir Loyola. Nos três últimos anos, quase 5000 servidores receberam o benefício habitacional na instituição. A cerimônia foi aberta com canção “ Casinha Branca”, entoada pelos servidores do HOL em forma de agradecimento.

O secretário especial de Gestão, Adnan Demachki, citou que além dos servidores do hospital, foram beneficiadas com o Cheque Moradia,147 pessoas com deficiência, somadas a 32 servidores da Seduc, agraciados ontem, 07, no município de Santa Maria. “ Estamos continuando esse programa que completa onze anos.Não é simplesmente um programa de governo, mas de Estado, já implementado por uma lei estadual", declarou aos servidores do Ophir Loyola.

Demachki destacou os investimentos em saúde como a inauguração da Santa Casa, Jean Bitar, Hospital Regional de Paragominas, Hospital Galileu e a Construção do Hospital Regional de Itaituba, Hospital Regional de Castanhal e Hospital Regional de Abaetetuba que será implementado e está saindo do papel o Hospital Regional de Capanema. Sobre o cheque de moradia, informou que até o momento, 40 mil cheques moradias foram emitidos e 200 mil paraenses foram assistidos e puderam construir, reformar ou ampliar a casa, melhorando a qualidade de vida das pessoas. 

O diretor geral do HOL, Alberto Ferreira, afirmou que qualquer pesquisa ou avaliação para medir o progresso da sociedade aborda dois aspectos, a saúde e a moradia. “Todos sem exceção têm direito à saúde e a uma moradia digna, óbvio que não é fácil diante da realidade de um país como o nosso e de tantas desigualdades, resolver este problema. Por outro lado é importante o estabelecimento de uma política séria para contemplar este direito, garantindo continuidade desta política através de lei. Isto para que uma pessoa possa se realizar como cidadão, deve ter a casa dela, assim serão assegurados outros direitos podem ser assegurados, como a saúde”. 

A servidora Danúbia Neves mora de favor com o esposo e a filha na casa da avó já falecida e descreve como única a emoção de receber o benefício. “Não tenho nem como escrever a alegria. Receber esse cheque é receber um sonho que irá se concretizar. Há dez anos, eu tinha conhecimento dessa possibilidade para servidores, mas jamais pensei que seria contemplada no Ophir Loyola, Graças a Deus deu tudo certo e vou ter minha casa”, disse. Já a assistente administrativo Camila Costa Neves, 23 anos, faz planos juntamente com o companheiro com quem vive há 4 anos. “Todos têm o sonho da casa própria, por isso me inscrevi para poder construir o meu lar, ter minha privacidade, um lugar só meu", finalizou.

 Rosa Borges (Cohab) e Leila Cruz (Hospital Ophir Loyola)

 Cristino Martins (Agência Pará)

O governo do Estado entregou nesta quinta-feira (7), no município de Santa Maria do Pará, no nordeste paraense, 38 cheques moradia para servidores públicos do município. Ao todo R$ 261,9 mil foram destinados aos benefícios habitacionais.

A entrega contou com a presença do secretário especial de Gestão, Adnan Demachki, que ainda anunciou o início das obras de reforma do mercado municipal e investimentos em asfalto no município. Participaram também do evento o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, e o comandante geral da Polícia Militar, coronel Daniel Borges Mendes.

Moradia - Em Santa Maria, o governo entregou ainda benefícios do programa Cheque Moradia, para 38 servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O programa, que é de caráter eminentemente social, foi criado para possibilitar às famílias com renda de até três salários mínimos construir, ampliar ou reformar suas casas, ficando a contratação e pagamento da mão de obra sob a responsabilidade do beneficiário.

O Cheque Moradia tem por finalidade combater o déficit e a inadequação habitacional. É um instrumento usado exclusivamente para a aquisição de materiais de construção, em fornecedores legalmente estabelecidos, como forma de saldar o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), como renúncia fiscal. O programa contribui também para movimentar a economia do Estado, com o aumento das vendas de materiais de construção, e possibilita a criação de novos empregos e ocupações na construção civil.

De 2003 até 2014, o Cheque Moradia investiu cerca de R$ 223,7 milhões. “Todo servidor e toda a população que se enquadra nos critérios para a concessão tem direito ao benefício. Hoje nós entregamos em todos os municípios, e somente nesta gestão já entregamos mais de 13 mil cheques moradia”, disse o presidente da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), João Barral.

Um dos beneficiados em Santa Maria foi o assessor técnico da Seduc Wilson Michel da Silva Nascimento, 29 anos, que espera, com a esposa, pelo primeiro filho. “Este é um reforço pela melhoria da qualidade de vida do servidor público. Todo servidor tem o sonho de poder morar melhor, e é isso que vou fazer com este cheque que estou recebendo”, disse, informando que vai ampliar a cozinha e que o sonho da esposa é rebocar e colocar portas nos quartos de casa.

Márcio Flexa - Vice Governadoria
 Rodolfo Oliveira - Agência Pará

Uma comitiva formada por secretários especiais e gestores esteve na manhã desta terça-feira (5) em Abaetetuba, no Baixo Tocantins, para fiscalizar algumas obras do governo do Estado em andamento e fazer a entrega de 89 benefícios do programa Cheque Moradia.

A prefeita do município, Francinete Carvalho, acompanhou a equipe técnica da prefeitura e a comitiva do governo do Estado, formada pelos secretários especiais Adnan Demachki (Gestão), Alex Fiúza de Mello (Promoção Social) e David Leal (Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção); a secretária adjunta da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Heloísa Guimarães; o secretário de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano, Luciano Dias; a presidente da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), Noêmia Jacob; e a diretora de Relações com o Cliente da Companhia de Habitação do Pará (Cohab), Lene Farinha.

Habitação – A agenda da comitiva foi concluída no Fórum da Comarca de Abaetetuba, onde foi ocorreu a cerimônia de entrega do programa Cheque Moradia para 89 famílias. Entre as famílias beneficiadas, 35 são vítimas do desmoronamento ocorrido no município em janeiro deste ano. Naquela oportunidade, a Cohab designou uma equipe de técnicos para dar toda a assistência no atendimento das famílias que ficaram desabrigadas por causa da erosão ocorrida no bairro de São João, provocada pela cheia do rio Maratauíra.

Com o benefício habitacional, as famílias poderão comprar material de construção para os serviços de reforma, ampliação e construção. É o caso de Ismelita Gonçalves, 52 anos, mãe de nove filhos. Pescadora, ela voltava da feira após uma manhã de trabalho quando ocorreu o desmoronamento, e a casa onde ela vivia há 28 anos veio abaixo. “Foi um pesadelo, um susto enorme, mas graças a Deus estamos bem de saúde. Agora estamos recomeçando a vida, indo atrás das coisas para reconstruir nossa casa. Ainda que seja em outro lugar, será a casa da nossa família, a minha casa”, disse.

O Cheque Moradia foi instituído pelo Decreto Estadual nº 432, de 23 de setembro de 2003, e é coordenado pela Cohab. O juiz da Comarca de Abaetetuba, Carlos Márcio, comentou sobre o programa e o evento na sede do poder judiciário no município. “O Fórum abre suas portas sempre que for preciso para ações de cidadania como essa. Sei da seriedade do programa. Conheço os relatórios e reconheço este como um programa de Estado e não de governo, que vem se desenvolvendo ao longo do tempo”, disse.

O secretário especial de Gestão, Adnan Demachik, destacou a importância das obras em andamento e do Cheque Moradia. “São obras que estamos acompanhando, pois sabemos o quanto elas são necessárias para os moradores não só de Abaetetuba, mas da também da região. Por isso temos feito este trabalho de inspecionar e de acompanhar o andamento das ações do governo por todo o Estado”, afirmou.

 Daniel Nardin (Secom)
 Eliseu Dias (Agência Pará)

Moradores do município de Tucuruí foram beneficiados, na segunda-feira (21), com a entrega de 150 Cheques Moradia.

A diarista Luciana Oliveira disse que o benefício vai tirá-la do aluguel, pois com o terreno que já tem, ela poderá construir sua casa. “Como o dinheiro do trabalho nunca sobra, esse cheque vai facilitar muito. Vai realizar meu sonho”, disse.

Cem moradores já receberam o Cheque moradia em Tucuruí, no valor de R$ 18 mil. Na tarde desta segunda, mais 150 famílias foram beneficiadas.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, que presidiu a entrega do benefício habitacional, ressaltou a luta dos movimentos socais em prol da moradia e destacou as inaugurações do Estado em Novo Repartimento e Tucuruí. “O mais importante é dar condições para essas famílias viverem com qualidade de vida. Estamos lutando para reduzir o déficit habitacional no Estado”, concluiu.

Texto: Danielle Ferreira (Agência Pará)

Fotos: Cláudio Santos (Agência Pará)

Na ultima quinta-feira (04/07), o Governo do Estado do Pará, junto com o diretor presidente da Companhia de Habitação do Estado do Pará - COHAB, João Barral, entregaram Cheques Moradia no município de Vigia de Nazaré, no nordeste paraense, 115 famílias foram contempladas, totalizando um valor de R$ 1.425.900,00.

O governo também inaugurou a nova Escola Tecnológica, o município agora conta com um dos maiores polos profissionalizante do Estado e ofertará 1.440 vagas aos estudantes de Vigia e de municípios próximos.

Para o prefeito de Vigia, Mauro Alexandre, todo esse desenvolvimento é uma grande oportunidade para a população. Ele destacou a parceria com o Estado e a União. “Estamos muito satisfeitos. Essa é uma prova de que as três esferas de governo (municipal, estadual e federal) estão unidas para trazer à população vigiense desenvolvimento”.

 

Fonte: Agência Pará

Pagina 1 de 11
/*